Tenho um sonho…

Levar o mínimo na bagagem, como o Teoh Yi Chien (ParkaBlogs)…

Numa viagem de trabalho a Madrid há uns anos consegui levar uma mochila, a mochila de todos os dias. Não levei portátil, mas o meu antigo tablet e um teclado portátil. Adorei a sensação de leveza.

Tenho que voltar a repetir esta proeza.

Nestas minhas férias da semana passada foi uma tontaria de levar a “casa” atrás de mim…

Outro novo LIVRO – Porto por / by Urban Sketchers

Livro Porto USk - Convite

Novo Livro
Porto por / by Urban Sketchers
Ed. Ponto M e Urban Sketchers Portugal

Abril 2017

Depois do “Lisboa por/by Urban Sketchers” em 2015 e do “Portugal por/by Urban Sketchers” ter sido lançado no mês passado, no próximo dia 8 de Abril será lançado o “Porto por/by Urban Sketchers“, desta vez pela editora Ponto M.

O livro inclui um dos meus desenhos, com paisagem para a Torre dos Clérigos.

Gosto muito desse desenho e fiquei muito feliz por terem aceite inclui-lo. É que tem uma base muito diferente dos restantes, porque foi feito num caderno de contabilidade dos anos 1970 que comprei numa loja próximo da Estação de São Bento, daquelas muito antigas que vendia de tudo um pouco.

O lançamento do livro será em 8 de Abril de 2017, pelas 16h, nos Armazéns do Castelo, Porto.

Livro Porto por / by Urban Sketchers

Novo LIVRO – Portugal por / by Urban Sketchers

Portugal by USk
Novo LIVRO – Portugal por / by Urban Sketchers

 

Novo Livro
Portugal por / by Urban Sketcher
Ed. Zest e Urban Sketchers Portugal

Março 2017

Mais de 80 autores e mais de 200 desenhos de Portugal desenhado ao vivo de lés a lés…
Finalmente foi publicado este mega projecto dos Urban Sketchers Portugal e da Zest!
Parabéns a todos!!

O livro inclui dois dos meus desenhos
em Castelo Branco e em Mértola!

O lançamento do livro será em 24 de Março de 2017, pelas 18h30, no Museu Nacional de Arqueologia, em Belém-Lisboa.

O mundo está ligado por cabos… submarinos

rita-care-fpc-mcomunicacoes-23fev2017-red

Os cabos submarinos existem mesmo e permitem a comunicação entre continentes. A Internet não existe apenas no Ar… também navega debaixo de água junto ao fundo abissal.

Esta interessante exposição está no FPC – Museu das Comunicações, em Lisboa.

Lago do Convento e o Aqueduto | Herdade da Mitra

O último workshop que orientei – e já sentia falta! – foi para seis investigadores e realizado na Herdade da Mitra da Universidade de Évora. Foi mais um daqueles momentos especiais, muito além do próprio workshop. Vieram à tona memórias que me são muito estimadas…

Cheguei bem cedo e decidi visitar a Anta-Ermida de Nossa Senhora do Livramento.

rita-care-anta-ermida-livramento-h-mitra-evora-14jan2017
Rabisco num caderno “que não se vê” na Anta-Ermida de Nossa Senhora do Livramento, Évora.

Regressar à Mitra foi voltar a um local que adoro e que visitei várias vezes nos anos de faculdade, porque a minha amiga mais antiga aí se licenciou em Engenharia Zootécnica.

Voltei a ver o Rui, primeiro autor do único artigo científico que escrevi enquanto bióloga (ainda éramos estudantes universitários!) sobre a importância dos jardins de Lisboa para a comunidade de aves que lá passam o Inverno. Nesse longínquo ano de 1998-99, passei várias horas com o Rui e outros três colegas a percorrer jardins e a aprender a identificá-las através de observação com binóculos e pelo canto – ainda hoje ando com um guia e uns binóculos na bagageira do carro, mas raras vezes lhes dou uso…

Durante o almoço do workshop, alguns membros do grupo passaram o tempo a identificar aves pelo canto.

rita-care-herdade-da-mitra-evora-14jan2017
Exemplo para um dos exercícios realizado no lago do Convento do Bom Jesus de Valverde com vistas para o Aqueduto.

Mesmo sob “frio polar” lá fomos em exploração de algumas vistas da Mitra para exercícios de rabiscos. O grupo produziu extraordinários desenhos que me deixaram radiante!!

Clicar nas fotos para ver maior

Obrigada pelo convite, pela organização e pela cedência da sala!!

Espero ver-vos a todos por aí com rabiscos,
por exemplo num dos encontros dos Évora Sketchers! :)

19 Fev – Vamos desenhar comboios?

Em 19 de Fevereiro de 2017, das 10 às 18h, irá realizar-se um encontro dos Urban Sketchers Portugal (USkP) e dos Ribatejo Sketchers (RSk) para desenharmos no Museu Nacional Ferroviário, localizado junto à estação de comboios do Entroncamento, estação de paragem da maioria dos comboios Regionais e InterCidades da Linha do Norte.

A Ordem dos Arquitectos irá oferecer o almoço aos participantes.
Informações sobre o valor do bilhete de entrada no museu por e-mail.
A INSCRIÇÃO é OBRIGATÓRIA para o e-mail até 18 de Fevereiro de 2017.
Contactos: Rita Caré e Raquel Sousa – rita.s.care@gmail.com

O Museu Nacional Ferroviário conta a história do caminho de ferro em Portugal e remete para uma perspetiva singular da história da Europa e do Mundo. Técnica, arte e ciência cruzam-se com as narrativas das Sociedades, dos Grupos e dos Indivíduos. O caminho de ferro desbravou novos territórios, criou cidades, ligou comunidades mais ou menos longínquas, criou e sustentou novas ofertas e necessidades, mudou a forma de ver o mundo.

Esta actividade está a ser divulgada no Facebook. Partilhem e convidem amigos! Vamos juntos desenhar comboios e muito mais!

cartaz-uskp-encontro-19-fev-2017

Workshop Urban Sketching em Évora

ws-urbansketching-rita-care-papiro-papirus

WORKSHOP DE URBAN SKETCHING,
DESENHO E AGUARELA
14 Janeiro de 2017, Évora

RESULTADOS PUBLICADOS ALI!

OBJECTIVOS
– Fornecer ferramentas para que os participantes tenham bases para a prática de desenho urbano de observação à vista (Urban Sketching) em diários gráficos, através de técnicas de desenho com linha e de técnicas de aguarela com pincel de reservatório.
– Motivar os participantes para actividades de Urban Sketching em grupo ou individualmente.

PROGRAMA DA MANHÃ – 10-13h
– Introdução ao Urban Sketching e à sua importância para a vida do dia-a-dia dos Urban Sketchers (exemplos de trabalhos próprios e de outros autores).
– Breve introdução à teoria da cor e experiências com aguarela em folhas soltas (oferta as folhas)
– Introdução a técnicas de desenho de observação à vista com linha
– Introdução a técnicas de aguarela com pincel de reservatório
– Ao longo da sessão serão propostos vários desafios/exercícios a serem partilhados e debatidos entre a formadora e os participantes de forma construtiva.

ALMOÇO LIVRE

PROGRAMA DA TARDE – 14h30-18h30
– Exercícios de Urban Sketching propostos para explorar proporções, composição e mancha de aguarela de forma criativa.
– Os trabalhos serão partilhados e debatidos entre a formadora e os participantes de forma construtiva.

MATERIAIS OBRIGATÓRIOS
– Caderno A6 ou A5 com papel (pouco rugoso) de 160g/m2 ou mais
– Caneta preta impermeável à água. Por exemplo, canetas técnicas (0,3 ou 0,5) da Sakura, Uni Ball, Pentel ou outra marca, caneta (0,5) Roller Uni Ball Eye Micro (à venda nos grandes supermercados e papelarias) ou esferográfica BiC da gama Soft  (à venda nos supermercados e papelarias).
– Caixa portátil com pastilhas de aguarela (evitar aguarelas de gama infantil/escolar que têm pastilha redonda grande)
– Pincel de Reservatório de dimensão média

MATERIAIS RECOMENDADOS:
– Banco tripé / portátil
– Luvas “sem dedos” se estiver frio

VALOR
Sob consulta

FORMADORA
Rita Caré
Projecto Papiro papirus – Rabiscos e Aguarelas
https://papiropapirus.wordpress.com
+351 913 159 291 | rita.s.care@gmail.com