Nas contas explosivas com a vida e a Fábrica da Pólvora de Barcarena

No final de Maio de 2017, o grupo Foto&Sketchers 2 Linhas, que coordeno, celebrou 2 anos de existência e 50 actividades. Isto significa que muitas dessas actividades foram concretizadas quando escrevia a minha tese de mestrado… Nunca desisti da sua organização, porque nas dores desse trabalho, os encontros e as expedições de rabiscos e de fotografias foram o meu balão de oxigénio.

Entreguei a tese em Abril de 2016 e discuti só no Outono… Ainda hoje sinto que foi o maior desperdicio do meu tempo e do tempo da minha orientadora e também do meu dinheiro… Mas foi feito e pronto. Fico muito feliz por não ter abandonado as minhas actividades lúdicas em prole de algo que sinto jamais me servirá para o que quer que seja, com excepção de ficar a saber exactamente o que não quero para mim.

Para que é que ainda penso no assunto passado estes meses? Porque estou a ajustar contas à vida. Faço sempre um balanço, mesmo que inconsciente, na altura do meu aniverário. Vou fazer 41 anos e sei cada vez melhor que não quero perder tempo com aquilo que não serve para nada e com pessoas que não tem nada para me ensinar nem que têm abraços para me dar!!

Este post espelha o meu estado de espírito um pouco explosivo, mesmo a calhar com o tema da 50ª Actividade dos Foto&Sketchers 2 Linhas, um encontro na Fábrica da Pólvora de Barcarena, em Oeiras.

PUMMMM!!!

Agora, mais vale focar-nos só nas estrelas deste primeiro desenho com PENSAMENTOS POSITIVOS ;-)

Mais rabiscos e fotos desse encontro AQUI

Rita Care - Fabrica Polvora - 21mai2017 (1) - 1024

Rita Care - Fabrica Polvora - 21mai2017 (2) - 1024

 

Uma chaminé aqui, outra ali, outra acolá…

rita-care-encontro-chamines-campo-ourique-25fev2017-3-red

Uma chaminé aqui, outra ali, outra acolá… A Rosário Félix convidou-nos para passarmos uma manhã a desenhar umas chaminés atrás das outras em Campo de Ourique. Estava um frio de rachar a cana do nariz, mas ainda bem que fui! 

Dissemos muitos disparates divertidos para aquecer a alma…

Cada vez me interesso menos pela qualidade dos trabalhos e muito mais pelos momentos bem passados e pelo processo de desenhar. Mudo objectos de sítio para bem da minha conveniência. Uma pessoa tem é que se divertir!

Gosto muito deste caderno para experiências, mas também para usar a aguarela do meu coração!

rita-care-encontro-chamines-campo-ourique-25fev2017-1-red

rita-care-encontro-chamines-campo-ourique-25fev2017-2-red

“Bonsai” da rotunda do Estoril

Na Rotunda do Estoril, depois da estação de comboios, na direcção de Cascais, há uma rotunda recheada de árvores magníficas que fazem lembrar bonsais. Não sei se são mesmo bonsais, mas a rotunda chamava por mim há demasiado tempo.

Continuo nas experiências digitais, claro. Retirei uma das árvores do contexto, cuja paisagem é a entrada de um hotel e coloquei-a à beira-mar “plantada”.

rita-care-bonsais-oliveira-jan-2017-800

Cabeça de Mulher no Parque Bensaúde [digital]

Já por duas vezes desenhei a escultura Cabeça de Mulher de Laranjeira Santos – Aqui e Ali. Quando vou ao Parque Bensáude fico sempre muito espantada a olhá-la.

É como se fosse um mistério, como se a olhasse para lhe trazer comigo as formas. Imagino que se houvesse mar poderia ser uma sereia. Já estou a delirar, porque não compreendo porque isto me acontece…

Não me chegando a pintura digital na Cidade (re)Inventada, dediquei-me a reinventar a dita escultura em digital. Estou delirando, claro, com todas as ferramentas disponíveis e as suas funções “escondidas” que descubro por acaso…

Que vício!

rita-care-esc-s-cristovao-uskp-r-gameiro-lx-23out2016-72dpi-700

Árvores-de-fogo gigantes na Praça da Alegria

Estive no Jardim Alfredo Keil, na Praça da Alegria, durante uma hora para me dedicar a  estas árvores enormes, que estavam na lista de espera de “altamente rabiscáveis” desde o memorável Encontro 49 dos Urban Sketchers Portugal em 2014! Diverti-me muito nesse encontro.

As Metrosideros excelsa, conhecidas também por Árvores-de-fogo (por causa das suas flores vermelhas) fazem parte de uma colecção de árvores classificadas que existem naquele jardim. Estas duas têm a particularidade de ter uma imensidão de raízes aéreas caídas o que ainda as torna mais únicas.

Rita Care - Praça da Alegria - Lx - Jul 2016  (800x579)
Metrosideros excelsea a preto e branco

Lamentável é o estado de degradação daquela praça que bem precisa de uma lavagem de cara, por exemplo, com mais de belos grafites em algumas paredes, o chão e o mobiliário de jardim remodelados…