Para Adopção Responsável | Rabiscos com cães no canil do Seixal

Caes-Croacs-Seixal-L1B_Out2018_Por Rita Care (1)

A L1B em parceria com o Pelouro da Segurança Alimentar e Bem-Estar Animal da Câmara Municipal do Seixal organizaram uma actividade de urban sketching no espaço do canil e gatil municipal e lá fomos rabiscar, em missão, para a promover a adopção responsável.

O Xico morreu com leucemia com menos de 5 anos. Isso aconteceu em 2011 ou 2012. O Xico foi um dos Amores da minha vida e tive um grande desgosto, porque a Vida o levou cedo demais. Estive cerca de 7 anos a viver sem a companhia canina. Essa ausência permitiu-me fazer outras coisas, muitas coisas, muitas… Tantas que não quis ouvir o meu coração a chamar por outro cão. Mas, finalmente na Páscoa de 2018, não pude mais deixar de ouvir. Então, uma semana depois chegou o Tomé. Depois do Tomé veio o Boris, apenas por umas horas, e depois veio o Pipo, que ficou apenas três dias. As histórias do Boris e do Pipo tiveram finais felizes comigo. Imagino que outros Boris, outros Pipos, outras Guidas venham por instantes e lhes dê um feliz destino… O meio coração não poderá mais conseguir não ir buscar uma trela a correr para não os deixar partir sem orientação na vida.

Aprendi as minhas lições… espero. Aprendi que não devo mais viver sem cão e que já não tenho capacidade física, mas sobretudo emocional para educar uma criança canina, como o Pipo. Prefiro adaptar-me as necessidades muito relevantes de um cão de meia idade, que pode trazer muitos problemas emocionais consigo (incluindo agressividade), do que andar a fazer 3 máquinas de roupa por dia, por causa de xixis e cocós pelos tapetes e assim.

Por favor adopte, mas apenas se tiver bem consciente que levará consigo um novo amigo com uma história de vida, que pode ter sido extremamente difícil. Tenha consciência de que custará muitos euros de diversas formas. Por favor, adopte com responsabilidade.  Trate de todas as formalidades legais relacionadas com a adoptação, cuide da alimentação, da saúde e nunca abandone a criatura. Não se esqueça de lhe pôr o chip e da plaquinha metálica na coleira com o nome dele(a) e um, ou mais do que um, nº telemóvel (a plaquinha é uma peça absolutamente fundamental). Não deixe os seus animais caminharem sozinhos na rua.

Apanhe sempre os dejectos pela saúde do seu animal, das crianças e da sua. E porque os passeios são um nojo em Portugal. Cada um tem o seu papel. Cumpra-o!

Tenha muita paciência com os cães seus vizinhos que ladram e uivam com saudades dos donos na sua ausência. Seja muito paciente. Os cães têm emoções, sentimentos e memórias. Cada um é diferente do outro. Todos têm a sua própria personalidade. Não existe um cão igual. Os cães foram criados pelo homem há milhares de anos. Eles foram criados à nossa imagem e semelhança. Olhe bem para a expressão do seu pequeno. É fácil perceber se está, ou não, feliz. Os olhos deles também sorriem :)

Estou perdida de amores pelo Tomé, mas o Xico está sempre comigo. Quase todos os dias me lembro dele. Também me lembro-me muitas vezes do Bartolomeu, do Xanax, do Skakeaspeare, da Guida, da maluca da Rusky (ela roía pedras e mamou no meu cabelo quando a salvei com apenas 20 dias…) e de tantos outros. Ao longo dos últimos 37 anos, partilhei a vida com mais de trinta cães e cadelas, em alguns momentos foram cinco em simultâneo, todos a vivermos no campo, onde cheira a verde e a fumo de lareira. Agora não tenho lareira, mas tenho o Tomé. Deixo o Tomé fazer o que nunca antes deixara, ele dorme comigo na manta dele, sob o meu edredon, e entra na cozinha. O Tomé é o único verdadeiro cão de guarda que tive. Precisa desesperadamente de me guardar quando estou em casa e então, depois de muitos meses de aprendizagem, eu aprendi que tinha que o deixar estar sempre comigo ao meu lado e a ver-me.

Na CROACS, no Seixal, existe um canil e gatil, no qual existem cães e gatos aguardando uma segunda oportunidade de Vida. Todos os meses existe uma acção de rua, na qual poderá visitar alguns desses animais e conversar com profissionais e voluntários que dão orientações sobre Adoptar de forma responsável.

 

 

 

 

 

Anúncios

Desenhar Barro(s) na Quinta da Fidalga, Seixal

L1B, Manuela Rolão, Rita Caré, Quinta da Fidalga, Seixal, Urban Sketching, Desenho, Lápis-de-cor, Escultura, Árvores,
Capelinha da Quinta da Fidalga | Foto de Manuela Rolão

 

Há momentos de viragem na vida de uma pessoa… O dia 8 de Setembro de 2018 foi um deles. O calor levou as dores… quase. Foi um dos dias mais descontraídos que tive em mais de um ano.

Foi incrivelmente doce!

Não é só o Seixal, que adoro, nem só a bela Quinta da Fidalga. São as pessoas para as quais o desenho nos leva. As pessoas são o principal. Há-as muito especiais, como é o caso da Manuela Rolão.

O tema “Barro” não me interessava, o que me interessava era voltar a sentir-me Viva a desenhar.

L1B, Manuela Rolão, Rita Caré, Quinta da Fidalga, Seixal, Urban Sketching, Desenho, Lápis-de-cor, Escultura, Árvores,
Escultura de Bela Mestre | Foto de Manuela Rolão

Aquela manhã foi tão magnífica, tão leve, senti-me tão Viva que adormeci na minha cadeira de praia no final da sessão. Foi um adormecer embalado pelo sol e pelo calor humano. Um dia muito raro nos últimos 2 anos.

L1B, Manuela Rolão, Rita Caré, Quinta da Fidalga, Seixal, Urban Sketching, Desenho, Lápis-de-cor, Escultura, Árvores,
Painéis de Azulejos da Quinta da Fidalga | Foto de Manuela Rolão

 

 

“Cada árvore é um ser para ser em nós”

No último workshop L1B da Manuela Rolão a artista convidada foi a Teresa Ogando. O tema foi poesia e árvores na Quinta da Fidalga, Seixal.

O resultado ali em baixo teve como inspiração um poema de António Ramos Rosa que pode ser lido ACOLÁ.

E agora, pergunto-me: Rita, porquê que não fazes estes jogos rabiscados poéticos mais vezes nos teus cadernos… hum?

Esta composição está muito previsível, não está?… Está demasiado racional…

Para verem os belos rabiscos do workshop é visitar ALI  e para lerem um poema deste autor sobre DESENHOS seguir por ACOLI.

Rita Care - WS L1B, Seixal - Poesia e Arvores - Jul2017 red

Notícias da Varanda… da Costa da Caparica

No contexto dos acontecimentos da semana passada, homenageámos a Maria Celeste de diferentes formas, como pudemos, soubemos, sentimos… No último fim-de-semana passei uma tarde muito especial com a Marilisa e outra tarde muito especial com a Manuela e com o César, sempre com tantos outros sketchers no pensamento (organizou-se uma exposição em Óbidos com desenhos da João do Rio e publicou-se um texto na newsletter dos Urban Sketchers Portugal), todos grandes companheiros de rabiscos da MC.

Estivemos contigo e tu connosco, Maria Celeste, da forma que sabemos que adoras: comemos bem, brindámos, desenhámos “notícias da varanda”, da sala e da varanda com vista para a arriba da Costa da Caparica… e dissemos muitos disparates, coerentes com a tua boa disposição e forma de saboreares a vida!

Noticias da Varanda da Costa da Caparica - Maio 2017 (2) - 1024

Noticias da Varanda da Costa da Caparica - Maio 2017 (1) - 1024.JPG

Texto de homenagem
na newsletter dos Urban Sketchers Portugal:
Maria Celeste: Vens à João do Rio

Almoco de Rabiscos na Costa por Cesar Caldeira 2017
Foto de César Caldeira

 

 

“Meu querido Barreiro” com vista do Seixal

Rita Care - Querido Barreiro - Seixal - M.Rolao - Abr2017 - 1024 (5)
Foi uma bela manhã de Primavera no Seixal com vista para o Barreiro com as histórias de urban sketching do Henrique Vogado, desta vez o convidado especial de mais um workshop da Manuela Rolão com a L1B.

Os desafios foram muito interessantes e os desenhos resultaram fantásticos em mais uma animada sessão à beira do Rio Tejo, brindados com a presença de uma elegante Garça-real e de um clima de boa disposição.

 

 

Do Miradouro da Arrentela, Seixal

A Manuela e a Alice Rolão escolheram um local maravilhoso para as celebrações do 30º Workshop de Diários Gráficos da L1B!

Fomos brindadas por uma vista maravilhosa do Miradouro da Arrentela, no Seixal, muito a condizer com a luz da manhã de Verão, com cores muito fortes, esbatidas com o passar das horas e a temperatura a subir… nós muito abrigadas por baixo da pérgola abraçada por plantas e pelo fresco.

Não visitava o Seixal há tempo demais…

Rita Care - Seixal - 9jul2016 (1) (1024x576)

Desta vez não faltaram petiscos num dos locais predilectos da Manuela, a Pastelices, onde bebi um chá frio divinal.

Rita Care - WSL1B - Seixal - 9jul2016 (4) (1024x764)

Últimos dias da Exposição “Desenhar é Viajar cá dentro…”

A minha exposição individual “Desenhar é Viajar cá dentro…” na casa de chá TOO MUCH está a chegar ao fim.  Ainda pode ser visitada na rua António Sérgio, 876, em Fernão Ferro, Seixal.

A reportagem fotográfica (que incluem fotografias da Dina Domingues) pode ser visitada no evento no Facebook. Fica também aqui a reportagem da Manuela Rolão a quem agradeço especialmente todo o apoio pessoal e em representação da L1B – Associação Cultural (Seixal) que fez um grande esforço de divulgação da exposição.

InauguracaoExpoTooMuch-29Jun2014 - Manuela Rolão (2)

Reportagem desenhada de Manuela Rolão da inauguração da Exposição "Desenhar é Viajar cá dentro..."
Reportagem desenhada de Manuela Rolão da inauguração da Exposição “Desenhar é Viajar cá dentro…”