Vitrais de Almada em Campo de Ourique

Este rabisco de uma parte de um dos painéis de Almada Negreiros foi tão breve como a visita que fiz num pulinho ao encontro na Igreja do Santo Contestável, em Campo de Ourique – Lisboa, organizado pela Rosário Félix. É que eu fui mesmo foi para dizer Olá às pessoas giras dos rabiscos! :)

E, claro, ver os trabalhos alheios que até ao momento de me vir embora estavam a ficar fantásticos!

Rita Care - A. Negreiros Igreja Sto. Contestável - Campo Ourique - 1024

“Meu querido Barreiro” com vista do Seixal

Rita Care - Querido Barreiro - Seixal - M.Rolao - Abr2017 - 1024 (5)
Foi uma bela manhã de Primavera no Seixal com vista para o Barreiro com as histórias de urban sketching do Henrique Vogado, desta vez o convidado especial de mais um workshop da Manuela Rolão com a L1B.

Os desafios foram muito interessantes e os desenhos resultaram fantásticos em mais uma animada sessão à beira do Rio Tejo, brindados com a presença de uma elegante Garça-real e de um clima de boa disposição.

 

 

Crónica Desenhada com Jazz de John Coltrane

Crónica Desenhada com Jazz de John Coltrane
| Publicado em XZibit Art |

No mês de Março de 2017, a Oficina do Desenho (OD), em Cascais, organizou várias sessões para desenhar a música.

Às 18h daquela sexta-feira chuvosa, o ambiente era animado com alguns jovens a terminar os seus trabalhos artísticos. Os participantes da Oficina Livre do Laboratório Experimental foram chegando. A música que tocava mudou para o jazz do prometido John Coltrane. Ao longo de três horas ouviu-se, por várias vezes, a música “My Favorite Things”, tocada por Coltrane pela primeira vez em 1961.

Desassossegada ao fim de um dia de trabalho, sentei-me e rabisquei no meu caderno. Primeiro, o Miguel Teixeira (arquitecto, artista plástico e Vice-Presidente da Oficina do Desenho) a lavar materiais. Depois, uma das participantes que explorava lentamente as formas de uma folha amachucada. Inspirada pelo momento e pelo som do jazz, permiti-me descontrair e mergulhar finalmente para um lugar onde apenas o desenhar me leva. As minhas linhas dançaram e desapareci, na fuga dos dias, para dentro do papel durante as duas horas que se seguiram.

A Oficina do Desenho é uma associação cultural sem fins lucrativos, fundada em Cascais em 2003, que promove o ensino, a prática e a experimentação das artes visuais e em particular do desenho. As Oficinas Livres do Laboratório Experimental realizam-se às sextas-feiras, das 18h às 21h.

Desenho e texto: Rita Caré

Aquário Vasco da Gama e a bicharada do Rei-Cientista-Pintor

 

Rita Care - AVGama - 5 Mar 2017 (8)
Aquário de Pimpins, Cartas e Peixes-aranha

 

Mais uma vez o Aquário Vasco da Gama neste blog… e o Rei-Cientista-Pintor D. Carlos I…
porque é uma mútua profunda Paixão pela ciência, pelo mar, pela sua divulgação, pelo desenho, pela pintura… Isto deve ser mais Amor, porque senão já tinha mandado tudo para outro lado…

Nas idas ao Aquário Vasco da Gama tenho ultrapassado as minhas próprias expectativas rabiscatórias, porque inspirada pois claro. Não me lembro se alguma vez preenchi cinco duplas páginas num encontro de 3 horas. Gosto muito dos desenhos a linha. Gosto mesmo muito. Os peixes cómicos já foram feitos em casa.

Estive tantos anos sem lá ir e em pouco mais de 13 meses foi a quarta visita. Nesta última vez a grande “desculpa” foi a prevista libertação para breve da “tartaruga das caretas” (ou tartaruga-bobo ou Caretta caretta) para uma vida oceânica. Foi uma celebração do grupo de fotografia e desenho urbano Foto&Sketchers 2 Linhas.

 

Tirei algumas fotografias que estão AQUI.

Os desenhos e fotografias publicados
na 1ª e 2ª visitas do grupo Foto&Sketchers 2 Linhas
ALI e ACOLÁ 

O Caos… visual do Largo do Rato

Rita Care - Caos - CAAZVS - 6mar2017 (1.2)
Café 1800, Largo do Rato, Lisboa

O Caos… do Largo do Rato foi a proposta do Nuno Saraiva no workshop dos Urban Sketchers Portugal e da Casa Atelier Arpad Scenes e Vieira da Silva.

Para além de ter contado a sua primeira incursão pela reportagem em diários gráficos e uma viagem a Luanda, disse coisas tão importantes parecidas com estas (o que não for bem assim que disse foi o que eu quis ouvir…):

– Desenhar de tudo nos diários gráficos – o que se vê e o que não se vê e mais o que nos vier à cabeça.

– Não partilhar tudo, guardar segredos e tesourinhos somente para nós.

– Não desenharmos apenas. Preenchermos cadernos inteiros de carimbos, por exemplo.

– Não se ser compulsivo no desenho. Parar, observar e sentir o que nos rodeia (esta segunda parte é minha…)

Rita Care - WS - USkP - Nuno Saraiva (1)
1ª versão sem cor do desenho anterior
Rita Care - WS - USkP - Nuno Saraiva (2)
Almoço com o Nuno Saraiva e alguns Urban Sketchers

Não inclui balões de fala neste desenho, porque estava muito mais interessada em ouvir as conversas à mesa…

Uma chaminé aqui, outra ali, outra acolá…

rita-care-encontro-chamines-campo-ourique-25fev2017-3-red

Uma chaminé aqui, outra ali, outra acolá… A Rosário Félix convidou-nos para passarmos uma manhã a desenhar umas chaminés atrás das outras em Campo de Ourique. Estava um frio de rachar a cana do nariz, mas ainda bem que fui! 

Dissemos muitos disparates divertidos para aquecer a alma…

Cada vez me interesso menos pela qualidade dos trabalhos e muito mais pelos momentos bem passados e pelo processo de desenhar. Mudo objectos de sítio para bem da minha conveniência. Uma pessoa tem é que se divertir!

Gosto muito deste caderno para experiências, mas também para usar a aguarela do meu coração!

rita-care-encontro-chamines-campo-ourique-25fev2017-1-red

rita-care-encontro-chamines-campo-ourique-25fev2017-2-red

O mundo está ligado por cabos… submarinos

rita-care-fpc-mcomunicacoes-23fev2017-red

Os cabos submarinos existem mesmo e permitem a comunicação entre continentes. A Internet não existe apenas no Ar… também navega debaixo de água junto ao fundo abissal.

Esta interessante exposição está no FPC – Museu das Comunicações, em Lisboa.