3 Dez | Workshop – Carimbos e Rabiscos, Lisboa

 

Cartaz1 - WS-3dez2017-CarimbosRabiscos-MarilisaMesquita-RitaCare,Lisboa - red
Desenho com carimbos por Marilisa Mesquita

 

Workshop
Carimbos e Rabiscos

 

FORMADORAS

Marilisa Mesquita http://marilisamesquita.blogspot.pt
Rita Caré
https://papiropapirus.wordpress.com

ONDE e QUANDO?
Lisboa (Próximo do Campo Pequeno – Entre a Culturgest e o Instituto Superior Técnico)
3 Dezembro 2017 (Domingo) – 10h30-13h30 e 15h00-18h30 (Almoço-livre).

Nota:  Os trabalhos funcionarão em sala. Caso o clima o permita faremos uma breve visita a pé ao Bairro do Arco do Cego.

OBJECTIVOS
– Construir carimbos e utilizá-los através de exercícios criativos, tendo como ponto de partida elementos urbanos do Bairro do Arco do Cego.
– Introdução à construção de carimbos e aos materiais necessários.
– Introdução a técnicas de desenho com linha, a técnicas de cor com marcadores e composição.
– Produção de desenhos criados com a utilização destes materiais.

PÚBLICO-ALVO:
Adultos e jovens maiores de 12 anos

Nº Mínimo de Participantes: 4
Nº Máximo de Participantes: 8

NOTA – O Workshop adequa-se a iniciados e também a pessoas que já tenham alguma experiência na produção e utilização de carimbos e em desenho.

MATERIAIS OBRIGATÓRIOS
(pedir informações e recomendações às formadoras, por favor)
– Tesoura de pontas bem afiadas
– X-acto
– Pelo menos um marcador de cor cinzenta.
– Conjunto de marcadores de várias cores (mínimo de 6 cores – situação ideal marcadores de pincel de gama académica).
– A sua caneta/esferográfica preferida (BiC soft, Muji, Rotring, Uni-ball, etc…), de preferência impermeável á água.

OFERTA
EVA (Espuma Vinílica Acetinada)
Papel adequado aos exercícios propostos

EMPRESTAMOS
– Lápis HB ou nº 2
– Borrachas

 

CONTACTOS PARA INSCRIÇÕES DIRECTAMENTE COM A FORMADORA RITA CARÉ
Informações detalhadas sobre os materiais necessários, preços, modo de inscrição e outras são fornecidas exclusivamente por e-mail.

Rita Caré
Projecto Papiro papirus – Rabiscos e Aguarelas
rita.s.care@gmail.com | +351 913 159 291
https://papiropapirus.wordpress.com

 

 

Anúncios

5 Nov | Workshop – Introdução à Aguarela

Rita Care - WS - 5nov2017 q -800px

 

Workshop – Amadeo com Aguarela
Iniciação à Aguarela e ao Abstracto

 

ONDE e QUANDO?
Lisboa (Próximo do Campo Pequeno – Entre a Culturgest e o ISA)
5 Novembro 2017 (Domingo) – 10h30-13h30 e 15h00-18h30 (Almoço-livre)

OBJECTIVOS
– Explorar algumas técnicas de aguarela, o abstracto e a criatividade, tendo como ponto de partida a obra de Amadeo Souza Cardoso.
– Introdução aos materiais básicos necessários para trabalhar com aguarela.
– Introdução a técnicas de aguarela (técnica de molhado no seco, molhado no molhado, criação de degradés e desenho sobre a aguada terminada).
– Concretização de trabalhos abstractos a partir de colagem de imagens impressas e de desenho a partir de obras de Amadeo.

PÚBLICO-ALVO:
Adultos e jovens maiores de 12 anos

Nº Mínimo de Participantes: 4
Nº Máximo de Participantes: 8

O Workshop adequa-se a iniciados e também a pessoas  que já tenham alguma experiência com aguarela ou que já tenham participado nos meus workshops anteriores: “Kandinsky com Aguarela”, “Panorama com Aguarela” e “Do Piroso à Criatividade”.

CONTACTOS PARA INSCRIÇÕES DIRECTAMENTE COM A FORMADORA
Informações detalhadas sobre os materiais necessários, preços, modo de inscrição e outras são fornecidas exclusivamente por e-mail.

Rita Caré
Projecto Papiro papirus – Rabiscos e Aguarelas
rita.s.care@gmail.com | +351 913 159 291
https://papiropapirus.wordpress.com

 

Há papéis e papéis | Resultados à vista

Às vezes não gostamos dos resultados dos nossos trabalhos com aguarela e não percebemos porquê. Isso pode acontecer tanto por causa da qualidade dos pigmentos utilizados e/ou por causa do papel.

Não se pode esperar o mesmo quando se trabalha com pigmentos de gamas infantis, de gamas para estudante académico ou de gamas profissionais. E também não se pode esperar o mesmo de diferentes papéis. Materiais diferentes levam a resultados diferentes. Os preços variam muito. No caso dos materiais para a aguarela, a meu ver compensa comprar materiais de marcas reconhecidas e gamas académicas. Recomendo que as pessoas evitem materiais de gama infantil se querem resultados que as façam felizes.

Rita Care - Amadeo - Aguarela em Abstracto Ago 2017 (2)
Diferentes papéis para aguarela. À esquerda Inart 250 g/m2 de grão fino. À direita Canson XL Aquarelle 300 g/m2 de grão médio.

Recentemente ofereceram-me uma folha de um papel da Inart para aguarela (bloco de 12 folhas) de 250 g/m2 de grão fino – é a imagem à esquerda. Assim que secou, parece que o papel “comeu” as cores. Ficaram muito baças.

Tinha comigo umas folhas do papel Canson XL Aquarelle (bloco de 30 folhas) de 300 g/m2 de grão médio e então refiz o desenho a lápis e voltei a pintar – é a imagem à direita.

Estes papéis são de gamas para estudante académico e vendem-se em blocos. O preço por folha é mais barato no caso do Canson XL Aquarelle.

Em ambas as folhas  foram utilizados pigmentos da Van Gogh (gama de estudante académico da marca Talens) e da White Night.

Qual dos papéis escolheria?

No próximo dia 5 de Novembro de 2017, em Lisboa, falarei deste assunto e de vários outros no Workshop “Amadeo com Aguarela – Iniciação à Aguarela e ao Abstracto”. Em breve divulgarei o programa e outros detalhes. Se quiser saber mais informações escreva para o meu e-mail – rita.s.care@gmail.com

 

Rita Care - Amadeo - Aguarela em Abstracto Ago 2017 (1)
Papel de aguarela Inart 250 g/m2 de grão fino mostrado na imagem em cima à esquerda.

 

 

9 Set | Workshop – Afinal consigo desenhar e aguarelar!

9Set17 - ws-urbansketching-rita-care-papiro-papirus

 

WORKSHOP
Afinal consigo Desenhar e Aguarelar!
Introdução ao Urban Sketching

9 Setembro 2017 (Sábado)
Parque Marechal Carmona, Cascais

OBJECTIVOS
– Fornecer ferramentas para que os participantes adquiram bases para a prática de desenho urbano de observação à vista (conhecido por Urban Sketching) em diários gráficos, através de técnicas de desenho com linha e de técnicas de aguarela com pincel de reservatório.
– Motivar os participantes para actividades de Urban Sketching em grupo ou individualmente.

PROGRAMA DA MANHÃ – 10-13h
– Introdução ao Urban Sketching e à sua importância para a vida do dia-a-dia dos Urban Sketchers (exemplos de trabalhos próprios e de outros autores).
– Breve introdução à teoria da cor e experiências com aguarela.
– Introdução a técnicas de aguarela com pincel de reservatório.
– Introdução a técnicas de desenho de observação à vista com linha.
– Ao longo da sessão serão propostos vários desafios/exercícios a serem partilhados e debatidos entre a formadora e os participantes de forma construtiva.

ALMOÇO LIVRE

PROGRAMA DA TARDE – 14h00-18h00
– Exercícios de Urban Sketching propostos para explorar proporções, composição e mancha de aguarela de forma criativa.
– Os trabalhos serão partilhados e debatidos entre a formadora e os participantes de forma construtiva.

MATERIAIS OBRIGATÓRIOS
– Caneta preta impermeável à água. Por exemplo, canetas técnicas (0,3 ou 0,5) da Sakura, Uni Ball, Pentel ou outra marca, caneta (0,5) Roller Uni Ball Eye Micro (à venda nos grandes supermercados e papelarias) ou esferográfica BiC da gama Soft  (à venda nos supermercados e papelarias).
– Caixa portátil com pastilhas de aguarela (evitar aguarelas de gama infantil/escolar que têm pastilha redonda grande)
– Pincel de Reservatório de dimensão média. Por exemplo, da Pentel ou da Sakura

OFERTA DE CADERNO

MATERIAIS RECOMENDADOS:
– Banco tripé / portátil

IDADE
– Adultos e jovens a partir dos 12 anos

Nº MÁXIMO DE PARTICIPANTES:
8 pessoas

PREÇO E OUTRAS INFORMAÇÕES
Sob consulta – Envie-me um e-mail, por favor.

FORMADORA
Rita Caré
Projecto Papiro papirus – Rabiscos e Aguarelas
https://papiropapirus.wordpress.com
rita.s.care@gmail.com | +351 913 159 291

___

Exemplos de Urban Sketching com caneta e Aguarela

 

 

Lago do Convento e o Aqueduto | Herdade da Mitra

O último workshop que orientei – e já sentia falta! – foi para seis investigadores e realizado na Herdade da Mitra da Universidade de Évora. Foi mais um daqueles momentos especiais, muito além do próprio workshop. Vieram à tona memórias que me são muito estimadas…

Cheguei bem cedo e decidi visitar a Anta-Ermida de Nossa Senhora do Livramento.

rita-care-anta-ermida-livramento-h-mitra-evora-14jan2017
Rabisco num caderno “que não se vê” na Anta-Ermida de Nossa Senhora do Livramento, Évora.

Regressar à Mitra foi voltar a um local que adoro e que visitei várias vezes nos anos de faculdade, porque a minha amiga mais antiga aí se licenciou em Engenharia Zootécnica.

Voltei a ver o Rui, primeiro autor do único artigo científico que escrevi enquanto bióloga (ainda éramos estudantes universitários!) sobre a importância dos jardins de Lisboa para a comunidade de aves que lá passam o Inverno. Nesse longínquo ano de 1998-99, passei várias horas com o Rui e outros três colegas a percorrer jardins e a aprender a identificá-las através de observação com binóculos e pelo canto – ainda hoje ando com um guia e uns binóculos na bagageira do carro, mas raras vezes lhes dou uso…

Durante o almoço do workshop, alguns membros do grupo passaram o tempo a identificar aves pelo canto.

rita-care-herdade-da-mitra-evora-14jan2017
Exemplo para um dos exercícios realizado no lago do Convento do Bom Jesus de Valverde com vistas para o Aqueduto.

Mesmo sob “frio polar” lá fomos em exploração de algumas vistas da Mitra para exercícios de rabiscos. O grupo produziu extraordinários desenhos que me deixaram radiante!!

Clicar nas fotos para ver maior

Obrigada pelo convite, pela organização e pela cedência da sala!!

Espero ver-vos a todos por aí com rabiscos,
por exemplo num dos encontros dos Évora Sketchers! :)

Workshop Urban Sketching em Évora

ws-urbansketching-rita-care-papiro-papirus

WORKSHOP DE URBAN SKETCHING,
DESENHO E AGUARELA
14 Janeiro de 2017, Évora

RESULTADOS PUBLICADOS ALI!

OBJECTIVOS
– Fornecer ferramentas para que os participantes tenham bases para a prática de desenho urbano de observação à vista (Urban Sketching) em diários gráficos, através de técnicas de desenho com linha e de técnicas de aguarela com pincel de reservatório.
– Motivar os participantes para actividades de Urban Sketching em grupo ou individualmente.

PROGRAMA DA MANHÃ – 10-13h
– Introdução ao Urban Sketching e à sua importância para a vida do dia-a-dia dos Urban Sketchers (exemplos de trabalhos próprios e de outros autores).
– Breve introdução à teoria da cor e experiências com aguarela em folhas soltas (oferta as folhas)
– Introdução a técnicas de desenho de observação à vista com linha
– Introdução a técnicas de aguarela com pincel de reservatório
– Ao longo da sessão serão propostos vários desafios/exercícios a serem partilhados e debatidos entre a formadora e os participantes de forma construtiva.

ALMOÇO LIVRE

PROGRAMA DA TARDE – 14h30-18h30
– Exercícios de Urban Sketching propostos para explorar proporções, composição e mancha de aguarela de forma criativa.
– Os trabalhos serão partilhados e debatidos entre a formadora e os participantes de forma construtiva.

MATERIAIS OBRIGATÓRIOS
– Caderno A6 ou A5 com papel (pouco rugoso) de 160g/m2 ou mais
– Caneta preta impermeável à água. Por exemplo, canetas técnicas (0,3 ou 0,5) da Sakura, Uni Ball, Pentel ou outra marca, caneta (0,5) Roller Uni Ball Eye Micro (à venda nos grandes supermercados e papelarias) ou esferográfica BiC da gama Soft  (à venda nos supermercados e papelarias).
– Caixa portátil com pastilhas de aguarela (evitar aguarelas de gama infantil/escolar que têm pastilha redonda grande)
– Pincel de Reservatório de dimensão média

MATERIAIS RECOMENDADOS:
– Banco tripé / portátil
– Luvas “sem dedos” se estiver frio

VALOR
Sob consulta

FORMADORA
Rita Caré
Projecto Papiro papirus – Rabiscos e Aguarelas
https://papiropapirus.wordpress.com
+351 913 159 291 | rita.s.care@gmail.com