Praia da Poça, Estoril

Neste dia  fiz o desenho do Forte de São Pedro da Poça, na Praia da Poça que está lá em baixo, mas a perspectiva das escadas ficou uma bela treta e estraguei a composição do desenho, que teria ficado bem gira. Esta dupla página está muito simples, mas isto de desenhar os barquinhos lá ao longe nos mares de Cascais traz-me sempre uma estranha serenidade. Fiz assim as pazes com o rabisco do forte.

 

Rita Care - Praia Poca Estoril - Jul 2017 (1)
Praia da Poça, Estoril

 

Rita Care - Praia Poca Estorial - Jul 2017 (2)
Praia da Poça, Estoril

 

 

Forte da Praia da Poca Estoril - Jul 2017
Forte de São Pedro da Poça,  Praia da Poça, Estoril

 

 

Mónia Abreu no Museu Arqueológico do Carmo

Quando não se consegue criar linhas que se assemelhem às pessoas que querem trazer nos nossos cadernos podemos tentar solucionar com uns desenho cegos e / ou de movimento.

Rita Care - WS MAC Monia Abreu 2017 - red (3)

 

Rita Care - WS MAC Monia Abreu 2017 - red (2)

 

Fiz de conta que segui a proposta que a Mónia fez durante a sua sessão no Museu Arqueológico do Carmo, ou seja, meti a espada que lá está numa das paredes dentro de parte da espada. É uma suposta réplica da que pertencia ao Santo Contestável.

 

Rita Care - WS MAC Monia Abreu 2017 - red (1)

Cascais vista da Praia do Tamariz

Num dos últimos encontros dos Foto&Sketchers 2 Linhas cheguei muito cansada à Praia do Tamariz, no Estoril, depois do trabalho e estive mais de uma hora na converseta e a bisbilhotar o que estavam os outros a fazer.

Depois de ver dois a rabiscar a vista para Cascais, não resisti…

Rita Care - Cascais vista da Praia do Tamariz - 1024
Baía de Cascais vista da Praia do Tamariz, no Estoril

 

Rabiscos para o Jantar

Há muito tempo que não fazia um desenho durante uma refeição que gostasse tanto como este. É que o fiz durante toda a noite, durante conversas com petiscos e em companhia de quem não rabisca.

É impressionante como o desenho nos ajuda a ouvir melhor com muita atenção. Mesmo! Claro, que quando respondia parava, porque como todos os sketchers sabem é impossível desenhar e falar ao mesmo tempo. Mas isso foi uma agradável sensação, porque este desenho demorou as várias horas através das quais as garotas da faculdade estiveram no Tati (Cais do Sodré, Lisboa), a pôr as novidades em dia. Elas ficaram impressionadas com o desenho e eu com o que me diverti a desenhar naquele contexto, com a caneta de aparo com a ponta dobrada e a tinta azul da Noodlers neste caderno e com o lápis de cor mágico da Koh-i-Noor amarelo, vermelho e azul escuro (é muito melhor que os de outras cores!).

Imaginem que até houve refilisse sobre o desenho estar muito inventado, porque os objectos não são bem assim e estão fora do lugar. Adoro inventar um bocado este tipo de locais, porque arranjo tudo como se fosse eu que ali vivesse ;-)

Segredo: esta caneta de aparo rasca, que imita uma Sailor, às vezes falha e isso tira-me do sério. Então, percebi que se deitar uma gota de água misturada com a tinta no reservatório, a tinta flui melhor na ponta!! Ouviste Teresa Ogando? ;-)

Rita Care - Rabiscos para Jantar - 1Ago2017 - red