Exposição PlantLab Sketching na Esc. Sec. Luís Freitas Branco

A Exposição itinerante PlantLab Sketching  inaugurou na Escola Secundária Luís de Freitas Branco, em Paço de Arcos, Oeiras, no dia 26 de Setembro de 2018. Fica aqui a reportagem fotográfica do evento de inauguração da exposição, da visita dos alunos e da própria exposição neste escola.

Esta exposição, organizada pelo ITQB NOVA – Instituto de Tecnologia Química e Biológica, o CiB – Centro de Informação de Biotecnologia e o grupo FotoSketchers 2 Linhas, já passou pelo ITQB NOVA, em Oeiras, e pelo Bar Irreal, em Lisboa. Viajará durante 2018 e 2019 até escolas do ensino secundário. O objectivo é envolver alunos e professores em actividades de Arte & Ciência para os maravilharmos com questões científicas exploradas nos laboratórios que visitámos e nas actividades nas quais participámos do Dia Aberto do ITQB NOVA 2017.

Pedro Fevereiro, líder do Laboratório de Biotecnologia de Células Vegetais, e Carlota Vaz Patto, líder do Plant X Laboratory – The Genetics and Genomics of Plant Complex Traits, contaram alguma da investigação que fazem nos seus laboratórios do ITQB NOVA. Rita Caré, comunicadora de ciência no CiB, urban sketcher e autora deste blog Papiro papirus, contextualizou as visitadas desenhadas a estes dois laboratórios nas actividades realizadas no Dia Aberto do ITQB 2017.

Todos focaram alguns aspectos das suas escolhas académicas e profissionais ao longos dos anos, responderam a perguntas sobre a investigação, a biotecnologia no geral e em tópicos específicos e nas extensas possibilidades de uma vida académica e profissional nas áreas nas quais trabalham.

Mais uma vez agradecemos a todos os autores pela partilha destas imagens para esta exposição!

Estejam atentos à hashtag #RabiscosITQB nas vossas redes sociais

Reportagens Fotográficas

 

De seguida esperamos levar esta exposição a outras escolas de Oeiras e de outros concelhos de Portugal. Se é professor(a) e pretende que esta exposição visite a sua escola, contacte o ITQB NOVA (sci [@] itqb.unl.pt) e o CiB Portugal (geral [@] cibpt.pt).

 

Exposição PlantLab Sketching segue para Esc. Sec. Paço de Arcos

exposição, exposicao, expo, rabiscositqb, fotosketchers2linhas, urbansketchers, urbansketching, desenhos, biotecnologia, biotechweek, Rita Caré, ITQB NOVA, CiB Portugal, FotoSketchers 2 Linhas,

A Exposição PlantLab Sketching que esteve patente, em 2017, no espaço público do ITQB NOVA, em Oeiras, e no Bar Irreal, em Lisboa, segue em itinerância para escolas do ensino secundário, em Oeiras ou em outros locais a pedido de professores e alunos. A próxima paragem é a Escola Secundária Luís Freitas Branco, em Paço de Arcos, no Concelho de Oeiras. Esta paragem realiza-se também no contexto da Semana Europeia da Biotecnologia (Biotech Week 2018)

As imagens impressões de desenhos de urban sketchers (desenhadores de rua, em Português), produzidas no contexto de actividades realizadas no Dia Aberto 2017 do ITQB NOVA, em Oeiras. Os autores que participam nesta exposição desenharam ao vivo durante visitas guiadas a laboratórios de Biotecnologia de Plantas e noutras actividades do evento que celebrou, em 2017, a investigação que se faz no ITQB NOVA, o Dia Mundial da Metrologia e o Dia Internacional do Fascínio das Plantas.

A exposição nesta escola será inaugurada com evento-conversa com dois investigadores do ITQB NOVA, Pedro Fevereiro e Carlota Vaz Patto, e por Rita Caré, comunicadora de ciência, urban sketcher e autora deste blog Papiro papirus.

Projecto “Rabiscos no ITQB” é organizado, , desde 2015, pelo ITQB NOVA – Instituto de Tecnologia Química e Biológica, o CiB – Centro de Informação de Biotecnologia e o grupo FotoSketchers 2 Linhas.

Reportagens

Se é professor(a) e pretende que esta exposição visite a sua escola, contacte o ITQB NOVA (sci [@] itqb.unl.pt) e o CiB Portugal (geral [@] cibpt.pt).

Tesouros das Árvores

 

Tesouros_das_Arvores_2017_RitaCare_2017_1200

Há muito tempo  que pensava em criar uma página com Tesouros das Árvores, porque sou fã da Nina Khashchina da Apple Pine. O trabalho dela é quase sempre uma lufada de ar fresco no desenho e para o dia-a-dia.

Estes desenhos foram desenhados no local e pintados com guache, em casa.

Tesouros_das_Arvores_2017_RitaCare_2017 (5) _1200

Este desenho faz ainda parte de um projecto dos Urban Sketchers Portugal com o jornal Públic.pt, “Não vamos esquecer“. Para saber mais ALI, AQUIACOLÁ.

 

 

 

Exposição a decorrer em Santos, Lisboa | + de Rabiscos com Ciência

Este blog anda estranhamente quieto. Não é que eu não rabisque e aguarele por aí, mas não me tem apetecido escrever e por isso não tenho publicado posts, que reúnem esses desenhos por temas. Quem me segue no Instagram sabe que não estou quieta nos rabiscos… No instagram não conto histórias como aqui…

Expo-PlantLabSketching-Facebook
Cartaz da Isa Silva

Estou para ali a actualizar a barra lateral com a novidade de que a exposição dos desenhos concretizados no instituto de investigação ITQB NOVA entrou em itinerância. Está desde 8 de Novembro de 2017 no Bar Irreal, em Santos, Lisboa, como o título “PlantLab Sketching”. Termina no dia 30 de Novembro, com uma conversa com um investigador em Biotecnologia de Plantas e um encontro do grupo Foto&Sketchers 2 Linhas.

Fui qualquer coisa como a “curadora”. Geri a recolha de digitalizações e contacto com o designer que preparou as imagens para serem impressas, escrevi o texto de introdução e as legendas das imagens, com ajuda da Joana Lobo Antunes, coordenadora do gabinete de comunicação do ITQB e ajudei na montagem no bar.

A exposição inclui também desenhos meus concretizados em visitas guiadas a laboratórios de Biotecnologia para o melhoramento genético de plantas com interesse agrícola. A seguir vai para uma escola de ensino secundário. Mais informações e exposição online ALI

Na Exposição Ciência em Rabiscos

rabiscos_logo_banner_web2017

 EXPOSIÇÃO

Ciência em Rabiscos
– Urban Sketching no ITQB NOVA –
 
27 Setembro a 17 de Outubro de 2017, Oeiras
Os meus desenhos concretizados no Dia Aberto do ITQB NOVA, em Oeiras, estarão expostos na exposição “Ciência em Rabiscos: Urban Sketching no ITQB NOVA”, patente junto ao bar do instituto, a partir de 27 de Setembro e até 17 de Outubro de 2017.
Obrigada a todos os sketchers que partilharam os seus trabalhos, aos investigadores que deram apoio à actividade e à equipa de comunicação do ITQB NOVA, pelo apoio na organização da actividade e da exposição.
Visitem!
Mais informações ALI 

 

 

Florestas Tropicais no Oceanário

No dia 1 de Janeiro de 2017, fui resolver uma promessa feita a mim própria quando entreguei o projecto de Mestrado. A data parecia gira, porque icónica: o primeiro dia do ano, do resto da Vida. Quase não se podia andar… os tanques maiores estavam inacessíveis pela quantidade de pessoas. Perguntávamos se seriamos as únicas Portuguesas por entre a multidão.

O momento com estas características movimentadas ao redor, a complexidade de formas e o movimento dos peixes convidava ao desenho cedo e semi-cego. Muito bom para descontrair. Foi uma espécie de garden sketching zen.

Gosto tanto destes rabiscos serenos que não tenho coragem para os pintar.

rita-care-florestas-tropicais-oceanario-72

Depois passámos meia hora ou mais a observar as lontras marinhas, seres muito interessantes no seu comportamento.

Exposição no ITQB – Desenhar o Fascínio das Plantas no ITQB

Desde o dia Aberto do ITQB-UNL, em 10 de Outubro de 2015, está uma pequena exposição de diários gráficos num dos corredores do piso público do instituto junto ao bar. Alguns dos muitos desenhos resultantes do projecto “Desenhar o Fascínio das Plantas no ITQB” foram seleccionados para representarem a exposição online. A difícil tarefa de escolher apenas 15 desenhos coube à equipa de comunicação do ITQB e teve em consideração essencialmente a presença de textos e balões de conversação, que davam contextualização às actividades realizadas, e também alguma cor presente nos desenhos.

Como se pode ler no painel de introdução à exposição, muitos dos participantes não desenhavam desde os tempos de criança. Foram resultados incríveis considerando que cada desenho foi produzido apenas durante 15 a 30 minutos.

Obrigada e parabéns a todos os corajosos que participaram e partilharam connosco os vossos desenhos! A exposição online esta em: http://rabiscos.itqb.unl.pt

ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (1)

Clicar na imagens para ver maior

ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (2) ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (7)

ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (6) ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (5)

ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (4) ExpoEntradaITQB-FascinioPlantas2015 (3)

3º Prémio do Concurso do Dia Aberto do ITQB, sendo que…

o dito concurso não foi de rabiscos como se poderia prever neste blog. Foi no Concurso de Fotografia interno (também houve um externo) do Dia Aberto do ITQB: Vida Iluminada.

Esta semana, em vez de serem sobre novos rabiscos, os posts têm sido sobre participações em exposições, o encontro de Rabiscos no ITQB, agora um concurso de fotografia e amanhã ou depois será sobre a participação num livro. São tudo momentos muito originais e positivos, mas eu fiz apenas três desenhos desde que vim de Itália… Acho que estou de luto pelo meu caderno perdido para sempre na bolsa das revistas do avião de regresso… Todos os dias me tenho questionado se voltarei a gostar de desenhar como até aqui…

Dedicando-me ao positivo novamente, cá está a foto premiada e mais duas que submeti do mesmo tema: rebentos de Serradura Amarela ou Serradela Amarela (nome em latim: Ornithopus compressus) em câmara de crescimento e meio de cultura nutritiva.

Serradura Amarela 3 - Rita Care 2015

Foi muito divertido ter feito as fotos destas plantinhas e de outras também e ter tido a ajuda preciosa da Olívia Costa e da Carolina Gomes, que me ajudarem a perceber  uma pouco da investigação que se faz no Laboratório de Biotecnologia de Células Vegetais do ITQB. No caso desta espécie, investiga-se para o melhoramento de variedades para que no futuro se consiga produzir melhores pastos de leguminosas para vacas, ovelhas, cabras e outros ruminantes de quinta e que em simultâneo ajudem a proteger mais os solos onde são cultivados e o ambiente – isto comparando com outras variedades cultivadas actualmente.

Dia Aberto ITQB 2015 (1)

Cá estão mais duas fotos que tirei às Serraduras Amarelas.

Serradura Amarela 1 - Rita Care 2015

Serradura Amarela 2 - Rita Care 2015

Reportagem – WS “Coisas Verdes” e Borboletas a Lápis-de-cor

O 2º workshop sobre lápis-de-cor sob o tema “coisas verdes” e borboletas do fim de semana passada foi mesmo muito desafiante para mim e teve resultados muito interessantes. Ficam aqui alguns deles para mais tarde recordar.


WS - 15Ago2015 - Rita Care (4)

WS - 15Ago2015 - Rita Care (10)

Em direcção à Evolução: com Darwin no Beagle

Demorei-me 4 horas pela exposição “A Viagem de Darwin” que está no Templo da Poesia, em Oeiras. Sai, almocei e voltei. Li muitos dos textos, mas muito ficou para ler… quando é que os coordenadores destes projectos percebem que uma exposição não é um livro…?

Demorei-me, porque gostei de relembrar essa viagem de cinco anos à volta do mundo que mudou o rumo do conhecimento da História Natural pelas ideias de Charles Darwin. Há objectos, maquetes e modelos em tamanho real, o que é o ideal para rabiscos!

Gostei muito de um módulo que não desenhei e que mostra a comparação dos bicos de aves que existiam em diferentes ilhas Galápagos com uma série de alicates com pontas diferentes, cada um adequado para cumprir diferentes funções.

A vista do varadim do edifício do Templo da Poesia, no Parque dos Poetas, é deslumbrante. Vê-se tudo desde Lisboa, Almada, Costa da Caparica e muito mais longe até perder de vista, a Cascais e Sintra.

Estive mais de uma semana para finalizar os desenhos… Finalmente ontem sentei-me numa esplanada da marina de Oeiras, com vista para Lisboa e para a Trafaria e entretive-me a usar uma caneta fina e uma média e café.

Darwin-TemploPoesia 3 - Rita Care 2015 - 800

Darwin-TemploPoesia 2 - Rita Care 2015 - 800

Darwin-TemploPoesia 1 - Rita Care 2015 - 800

15 Agosto – Worskhop – Desenhar “Coisas Verdes” e Borboletas com Lápis-de-cor – S. Domingos Rana (Cascais)

Folhas de Eucalipto com técnicas de lápis-de-cor-aguarelável by Rita Caré (2014)
Folhas de Eucalipto com técnicas de lápis-de-cor-aguarelável

Worskhop
Desenhar e Pintar “Coisas Verdes” e Borboletas
com Lápis-de-cor

RESULTADOS AQUI

QUANDO e ONDE?
15 Agosto 2015 – 15h-18h30 (Sábado)
Parque Urbano Quinta de Rana, São Domingos de Rana (Cascais)

TEMAS?
“Coisas Verdes” – conhecidas também por ervas (daninhas ou não), folhas, plantas, frutos, flores e árvores – e borboletas.

PROGRAMA?
– Introdução ao uso dos diários gráficos no dia-a-dia e seus benefícios
– Introdução ao desenho de observação com linha e contorno e às técnicas com lápis-de-cor-aguareláveis
– Exercícios com composição de “coisas verdes” e borboletas e paisagem urbana de um jardim.

MATERIAIS NECESSÁRIOS?
– Os participantes devem levar caderno A5 ou A6 e lápis-de-cor aguarelável e são livres de levar consigo outros materiais. Se não tem lápis-de-cor aguareláveis deve falar comigo antes de fazer investimentos!
– Empresto lápis de grafite, borrachas, canetas/esferográficas pretas e pincéis.
– Recomenda-se banco ou cadeira portátil (de praia/campismo), chapéu, água e lanche.

DURAÇÃO?
3h30 de formação

PARA QUEM?
– Para todos os que estão convencidos que nunca saberão desenhar e pintar.
– Para todos os que estão já convencidos que conseguem desenhar e pintar, mas que querem aprender mais
– Para maiores de 11 anos

INSCRIÇÃO OBRIGATÓRIA
17,00 / Participante
15,00 / Participante para “repetentes” nos WS Papiro papirus, participantes activos nos encontros dos Foto&Sketchers 2´´ e para pares (casais, irmãos, adulto+jovem, etc.)!

Nota – Esta actividade terá o máximo de 8 participantes

CONTACTOS
Rita Caré . 913 159 291 . rita.s.care@gmail.com
https://papiropapirus.wordpress.com

18, 19 e 22 Maio – Desenhar o Fascínio das Plantas em Cadernos no ITQB, Oeiras

Inscrições Abertas!
Rabiscos – Encontro de Diários Gráficos
Desenhar o Fascínio das Plantas em Cadernos no ITQB

Inserido no Programa Internacional de actividades
do Dia Internacional (semana) do Fascínio das Plantas

O Dia Internacional do Fascínio das Plantas (18 de Maio), é uma iniciativa lançada pela EPSO – European Plant Science Organization e promovida em Portugal pela Sociedade Portuguesa de Fisiologia Vegetal e pelo ITQB-UNL – Instituto de Tecnologia Química e Biológica. Tem como objectivo despertar o maior número de pessoas em todo o mundo, para o verdadeiro fascínio das Plantas, sensibilizando para a importância do seu estudo para melhorar a agricultura e a produção sustentável de alimentos, a horticultura, a silvicultura e a produção de bens não alimentares (papel, madeira, químicos, fármacos e energia), não esquecendo a importância das plantas para a conservação do meio ambiente.

Fascinio Plantas - Rabisco - Rita Caré - 1000

OPÇÕES À ESCOLHA (18, 19 ou 22 de Maio)

18 MAIO

10h45 – Entrada do ITQB junto à Segurança
11h – Conversa Fascinante – “O Fascínio das Pastagens: o animal faz a pastagem ou a pastagem faz o animal?” com investigador jubilado David Crespo, Presidente da Fertiprado (ex-consultor da FAO – “Food and Agriculture Organization” das Nações Unidas) – O fascínio das pastagens resulta não só da diversidade da sua composição mas também da sua funcionalidade e da sua capacidade para manter ecossistemas estáveis. Através de alguns exemplos, mostramos como as plantas desempenham um importante papel nas pastagens.
12h – Almoço na cantina do ITQB (custo +/- 5 euros)
13h – Visita a laboratórios de investigação em biotecnologia plantas e conversa com investigadores
13h40 – Visita a estufas de plantas no topo do edifício do ITQB com vista deslumbrante e conversa com investigadores
14h20 – Visita livre à Casa da Pesca da Estação Agronómica Nacional (fica a 15 min a pé do edifício do ITQB), local com edifícios fantásticos muito degradados com enormes painéis de azulejos. Ver fotos AQUI

19 MAIO

10h45 – Entrada do ITQB junto à Segurança
11h – Conversa Fascinante “Plantas, Mitos, Fabulações e Realidades” com investigador jubilado Jorge Paiva, Dep. Botânica, Centro de Ecologia Funcional, Universidade de Coimbra – Desde os primórdios dos tempos que o Homem utiliza as plantas em seu proveito e, com essa prática, aprendeu muito com a Natureza. Através de histórias e mitos, desvendamos a realidade de algumas utilizações tradicionais das plantas através dos séculos.
12h – Almoço na cantina do ITQB (custo +/- 5 euros)
13h – Visita a laboratórios de investigação em biotecnologia de plantas e conversa com investigadores
13h40 – Visita a estufas no topo do edíficio do ITQB com vista deslumbrante e conversa com investigadores
14h20 – Visita livre à Casa da Pesca da Estação Agronómica Nacional (fica a 15 min a pé do edifício do ITQB), local com edifícios fantásticos muito degradados com enormes painéis de azulejos. Ver fotos AQUI

22 MAIO

11h15 – Entrada do ITQB junto à Segurança
11h30h – Conversa Fascinante – “Folha a folha, se chega à rolha” com investigador jubilado Silas Pêgo (melhorador de milho, ex-consultor da FAO) – Num paralelismo com o popular “grão a grão enche a galinha o papo”, chama-se a atenção para outro paralelismo entre a “folha” vegetal e os “pulmões” dos animais, não só como essenciais à vida, mas também como elementos da linguagem das plantas, ao longo do seu ciclo vital, em que as pequenas coisas nos podem conduzir às maiores elevações do espírito humano a exigir uma celebração poética.
12h30 – Almoço na cantina do ITQB (custo +/- 5 euros)
13h30 – Visita a laboratórios de investigação em biotecnologia plantas e conversa com investigadores
14h10 – Visita a estufas no topo do edíficio do ITQB com vista deslumbrante e conversa com investigadores
14h50 – Visita livre à Casa da Pesca da Estação Agronómica Nacional (fica a 15 min a pé do edifício do ITQB), local com edifícios fantásticos muito degradados com enormes painéis de azulejos. Ver fotos AQUI

DESAFIOS de DESENHO – Os participantes serão desafiados a cumprirem um exercício (não obrigatório) em cada actividade. Para estes desafios não é preciso saber desenhar, basta gostar de o fazer. Os participantes serão apoiados por: Rita Caré (Bióloga, coordenadora do gabinete de comunicação do CiB, com experiência em desenho e ilustração científica em diários gráficos desde 1999 e Urban Sketcher Portugal) e José Ricardo Salvado – Biólogo, investigador do ITQB-UNL e aluno do programa doutoral “Plants for Life”, com experiência em ilustração científica, desenho criativo e aguarela em diários gráficos desde 2004).

OFERTA – Cada participante irá receber um caderno A6 Emílio Braga  e uma caneta Muji. Estarão disponíveis kits de aguarela de gama infantil para colorir os desenhos.

EXPOSIÇÕES –  Os desenhos produzidos neste encontro serão reunidos numa exposição online e poderão vir a ser reunidos numa exposição física nas instalações do ITQB.

INSCRIÇÕES – As inscrições são OBRIGATÓRIAS e limitadas a 5 participantes por dia.
– Cada participante deve enviar a sua inscrição com dados pessoais (nome + e-mail + telemóvel + nº cartão do cidadão ou nº carta de condução) e indicar a ordem de preferência em termos de dias (cada participante só poderá participar num dos dias).
– Cada participante deverá usar obrigatoriamente uma placa identificadora (que será fornecida) enquanto permanecer nas instalações do ITQB.
– O contacto para inscrição é cib.gabcomunicacao@gmail.com

LOCALIZAÇÃO – COMO CHEGAR? 
– ITQB-UNL – Antiga Estação Agronómica Nacional Quinta do Marquês, Oeiras (entrada pelo portão da Avenida da República, Nova Oeiras).
–  A 10 minutos a pé da Estação de Comboios de Oeiras (linha Cais do Sodré-Cascais – viagem dura 20-25min)
– Viagem de carro pela A5 – Sair na saída “Carcavelos” e seguir para Nova Oeiras. Ao passar a segunda rotunda depois da saída da A5 estará na Av. da Republica. Siga em frente. O portão da EAN é no final dessa avenida no lado esquerdo.
– Ver mapas-esquemas aqui: http://www.itqb.unl.pt/contacts/itqb_location#maps
– Coordenadas GPS: Latitude: 38° 41′ 38″ (38.694 N) e Longitude: 9° 19′ 7″ (-9.318 W)

APOIOS 
EPSO – The European Plant Science Organisation
ITQB- Instituto de Tecnologia Química e Biológica
CiB – Centro de Informação de Biotecnologia, Portugal
Projecto – Papiro papirus – Rabiscos e Aguarelas

MAIS INFORMAÇÕES

18, 19 e 22 Maio – Rabiscos de plantas no ITQB está por aí !

Para quem estiver disponível em horário laboral num dos dias 18, 19 e 22 de Maio de 2015 é melhor agendar já!
No Dia Internacional do Fascínio das Plantas, vai haver várias oportunidades de RABISCOS num instituto de investigação em Oeiras, o ITQB-UNL. Mais informações a correr, a correr assim que estiver finalizado o programa. É gratuito, mas a inscrição é obrigatória para cib.gabcomunicacao@gmail.com

 

Dia Fascinio Plantas - ITQB - Rita Caré - contraste

18, 19 e 22 Maio – Vai haver Rabiscos para Celebrar o Fascínio das Plantas!!

Para quem estiver disponível em horário laboral num dos dias 18, 19 e 22 de Maio de 2015 é melhor agendar já!
No Dia Internacional do Fascínio das Plantas, vai haver várias oportunidades de RABISCOS num instituto de investigação em Oeiras, o ITQB-UNL. Mais informações a correr, a correr assim que estiver finalizado o programa. É gratuito, mas a inscrição é obrigatória para cib.gabcomunicacao@gmail.com

Rita Caré - Rabiscos -Dia Internacional do Fascinio das Plantas - ITQB - Oeiras

Rabiscos para o almoço: Variedades… e o sr. que sorria muito

A Teresa Ruivo queria muito desenhar pessoas. Eu não sabia muito bem o que queria, mas agora ando nesta coisa de também querer desenhar pessoas.  Então decidimos ir passar a nossa hora do almoço num sitio muito pecaminoso com varandim ali em frente à Praia de Santo Amaro de Oeiras, mas não comemos batatas fritas! :D

Rabiscos p Almoço - 10 Abr 2015 - Rita Care - 600

Depois da barafunda, e dos jovens terem desaparecido, chegou este senhor que nunca deu por nada dos nossos rabiscos. Que sossegadinho! Além disto, esteve sempre hiper-concentrado a ler o seu livro e de vez em quando sorria! :)

Sr.Bigode-Mac-Abr2015-600

Rabiscos para o Almoço: Prof. Catarino e as suas Plantas… sempre belas…

Mesmo em cima do momento, descobri que o Prof. Fernando Catarino vinha ao instituto onde trabalho para participar num seminário de boas-vindas aos novos alunos de doutoramento. E lá estava eu antes das 12h para ter lugar sentado garantido…

Foi meu professor de biologia vegetal e de ecologia vegetal no final dos anos 1990.  Ele insistia que provássemos as plantas que ele nos dava para as mãos… Tantos anos depois, continua com a sua inacreditável energia e sentido de humor. Nas saídas de campo, ele ia sempre muito à frente de todos aqueles adolescentes. Ouvi dizer que nas saídas de campo ele continua a ir à frente de toda a gente. Tem 82 anos! Na última aula que deu enquanto académico em 2002, ao ar livre e no seu querido Jardim Botânico da Universidade de Lisboa,  estiveram presentes mais de 500 pessoas…

Partilho um bocadinho da minha – muito humorada – hora de almoço e das frases mais marcantes daquele que é, sem dúvida, o Botânico Português mais famoso dos nossos dias. Veio contar algumas das suas estórias e da vida de algumas Plantas: belas, úteis e [Não!] biologicamente simples.

A minha frase preferida foi: “Têm que saber o querem, têm que perceber o que estão a fazer”.

.