#VirtualJumpSketch com Tim Burton no Museu da Marioneta

Os FotoSketchers 2 Linhas não puderam visitar a exposição do Tim Burton no Museu da Marioneta, em Lisboa, e assim, criou-se o desafio na Internet conjuntamente com o projecto #VirtualJumpSketch !

O Sparky  é o cão do filme Frankenweenie que renasce…

Tim Burton's Dog Sparky

Está também uma exposição em São Paulo, Brasil, sobre o Tim burton e inspirada na entrada dessa exposição explorei técnicas de óleo digital.

Exhibition about Tim Burton, Sao Paulo (Brazil) by Rita Care 2020

 

Desenho-cego digital do Improv@iGC

Não bastando o desafio do desenho-cego e semi-cego de pessoas do 84Po​ “Improv kind of theatre play”, organizado pela Joana Loureiro no Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), fi-lo agora em digital.
Ao contrário das minhas expectativas não correu nada mal! =)

Piolha | Das Decisões por causa de um cão

Escolhi aquele quarto, porque na casa habita uma cadela. Escolhi-a mesmo antes de ter a certeza se gostaria de mim, eu dela e eu da casa, tornada Lar durante algumas semanas devido à Vida em remodelações.

A Piolha é muito simpática e tem donos também muito simpáticos, os três a viverem numa casa sempre a cheirar bem. Sempre! E com um jardim lindo!

Já se sabe que se o tema dos meus rabiscos me faz sentir bem, os rabiscos saem ao meu gosto. É o caso deste desenho digital com base em foto tirada quando a Piolha implorava por um pedacinho do meu pão.

Estou a achar muito interessante esta renovada fase de usar fotografias para me inspirar. Fiz tanta resistência durante mais de um ano, mas como preciso de apoio para praticar desenho digital, vou-me rendendo ao uso de fotografias. É uma técnica totalmente válida, como qualquer outra, e faz falta usar, porque é importante sobretudo para iniciados, tal como eu sou na exploração do digital. Esta resistência tem estado relacionada com a coisa que é o vício no urban sketching (desenho ao vivo no local) ao longo de muitos anos.

P.S. Tantas saudades do Freddie Mercury… tantas

1 Set | Encontro de Fotos e Rabiscos de barcos à vela, Cascais

Rei D. Carlos I, Cascais

O próximo encontro do grupo FotoSketchers 2 Linhas é na Marina de Cascais, com o ponto de encontro a começar no Museu do Automóvel – Motor Passion Museum, com paragem na estátua do Rei D. Carlos I e partilha à porta da Livraria Dejá Lu, dentro da Cidadela de Cascais.

Rei D. Pedro V, Cascais by Rita Caré 2019
Rei D. Pedro V, Cascais

Esqueletos no armário do Museu da Farmácia

Rabiscos digitais de objectos do Museu da Farmácia para o cartaz do último encontro dos FotoSketchers 2 Linhas, a partir de fotografias da colecção exposta online.

Funcionário colonial, Mali – MNEtnologia

A Felicidade do difícil e o desapontamento por afinal não ser o D. Quixote… perdi o romantismo do desenho a meio…

A Felicidade e a Tristeza de usufruir da possibilidade de limpar o chão esticando-me por ali e de um museu às moscas…

Museu Nacional de Etnologia by Rita Caré 2019

Preferia não ter o Museu Nacional de Etnologia às moscas e ficar inibida com a curiosidade dos visitantes pelos rabiscos que fazemos… Este Museu é dos preferidos dos sketchers, porque os seus objectos parecem mágicos, saídos de contos de fadas em terras longínquas. É muito intimista e poético.

Tudo isto se passou num dos últimos encontros do FotoSketchers 2 Linhas no Museu Nacional de Etnologia, em Lisboa.

Cartaz digital para o Encontro FS 2´´ no Museu Geológico

Desde o principio do ano, tenho este projecto de criar imagens digitais. Os cartazes para os encontros do grupo FotoSketchers 2 Linhas são um excelente exercício. Para os criar inspiro-me em fotografias e em desenhos já criados, meus ou de outros membros do grupo ou de autoria dos museus ou outros espaços culturais a visitar.

Para o encontro no Museu Geológico, em Lisboa, inspirei-me em desenhos da Teresa Ogando e da Marilisa Mesquita.

Ando a tentar trabalhar com fundos negros, mas parece-me que vou seguir o conselho da Marilisa e passar a usar fundos brancos ou muito claros, porque resulta melhor para divulgar nas redes sociais. Um bom exemplo, parece-me ter sido um dos cartazes anteriores.

Rabiscos digitais para o Encontro FS 2´´ no Museu do Dinheiro

Amanhã, 2 de Fevereiro de 2019, há encontro no Museu do Dinheiro, em Lisboa, com os FotoSketchers 2 Linhas!

Vamos?

Para criar o cartaz do encontro rabisquei a barra de ouro do cofre do museu e a porta da entrada do edificio, que foi uma igreja, agora transformada, através de uma incrível obra arquitectónica.

P.S. Não encontrei uma única foto da porta do museu…. tive que me adaptar com as perspectivas do edificio disponíveis por aí…

#VirtualJumpSketch | Sydney Opera House, Australia

Em Português em baixo.

Before 2019 has started (it will be much better than 2018… there is no other chance), in a lightspeed thought, I wished for a virtual jump to Australia. Then, I’ve decided the next Virtual Jump Sketch would be the fantastic building Sydney Opera House through an online trip.

Sydney Opera House by Rita Caré | #VirtualJumpSketch January 2019

The first objective of this project is not to draw. No! It’s an excuse to travel and explore far faraway worlds. If possible, strange ones. This incredible building has many Histories to tell us. Also stories… ;-) It is one of the most known buildings in all world, a symbol of Australian Nation and it is classified as World Heritage from UNESCO.

I found a wonderful video of the “Badu Gili 2018” show. Then, I lost myself for hours drawing and explore digital sketching. I watched those images once and once again.

P.S. Do you know that Sydney is one of the first cities in the world celebrating the new years eve?

Agora em Português…

Nas vésperas deste 2019 (que será melhor que o 2018… não há outro remédio…), num ataque súbito, deu-me uma grande vontade de saltar virtualmente à Austrália. Vai daí e decidi que o próximo Desafio do Salto Virtual #VirtualJumpSketch seria ao incrível edíficio Sydney Opera House numa viagem online.

Sydney Opera House, Australia, by Rita Caré, Virtual Jump Sketch, Drawing Challenge, Teatro de Ópera, Sydney, Austrália, Desafio Salto Virtual, Desafio de Desenho, Salto Virtual
Sydney Opera House by Rita Caré | #VirtualJumpSketch January 2019

O primeiro objectivo deste projecto não é nada desenhar. Isso é apenas uma desculpa para explorar mundos longíquos e, de preferência, estranhos. Este edifício tem as suas Histórias, além de que é um dos mais conhecidos no planeta, e um símbolo da própria Nação Australiana. É também classificado como Património Mundial da UNESCO.

Entre muitas opções para espiolhar histórias dei com um vídeo do maravilhoso espectáculo “Badu Gili 2018”. A partir daí perdi-me em horas e horas de prática de desenho digital vendo e ouvindo uma e outra vez essas imagens.

Sydney Opera House, Australia, Virtual Jump Sketch, Drawing Challenge, Rita Caré, Teatro de Ópera, Sydney, Austrália, Desafio Salto Virtual, Desafio de Desenho, Salto Virtual
Sydney Opera House | #VirtualJumpSketch January 2019

SketchNotes Challenge: Project Planning

I finally decided to buy a new small tablet with the specific purpose of producing digital drawings. To practice and being motived I’ve participated on the September SketchNote Challenge of the SketchNote Hangout Project, coordinated by Makayla Lewis. This challenge was focused on Project Planning which is one of my favourite areas of study.

Sketchnotes, SNChallenge, SNHangout, Project Planning, Project Manager, Rita Caré, Makayla Lewis

I’ve been participating in the SNChallenges for more than 1 year. It usually take about 1h – 1h30 to fill in, but this time it took me about 6-8 hours to finish

Anyway, it has been a great time of practice. I LIKE it! 
Thank you Makayla for your support and enthusiasm!

If you wish to check my previous Sketchnotes follow my hashtag #rabiscarideias here and on social media. At this blog, follow the link Papiro Gráfico.

Rabiscos Digitais: Mais uma tentativa para ficar…

Passar um fim-de-semana de meias e com rabiscos no quentinho, a fingir que se tem 5 anos, convivendo com a Alice é muito abraçado. Aprender com  Alice também, porque nenhuma criança de 5 anos sem pré-aviso tem medo de agarrar num tablet a sério e explorar as ferramentas sem dificuldade nenhuma. Parecem eles que já vêm com chip instalado…

Titá muito favorecida…
Não se deixem enganar isto é um avião…

Não tenho problema nenhum de a sentar ao meu lado e passar-lhe uma fortuna para a mão, desde que esteja de olho. A Alice é uma criança sossegadinha e que adora rabiscar como todas as crianças. A facilidade com que usou a caneta digital Surface, pesada, foi incrível. Mesmo muito. E aprendi tanto, porque a Alice não teve os medos adultos de estragar a ponta e por isso fez a pressão intuitiva para criar traços largos! Levou o precioso objecto ao limite, coisa que eu demoraria muito tempo a fazer. 

digital sketches, sn challenge, sn hangout, Rita Caré

Entretanto, quando fiquei a sós com a tecnologia atirei-me para os exercícios SN_Challenge do projecto SN_Hangout da Makayla Lewis para me motivar a não desistir das minhas explorações. Estes rabiscos, que significam metade do desafio, demoraram 3 horas a criar. Com materiais clássicos demoro 1 a 1h30 acumprir o desafio, dependendo da dificuldade do tópico proposto. Chegarei lá no digital :)

Qual é o programa utilizado… Não digo. Mas deixo a dica que deixo sempre para os materiais clássicos. Se querem saber do que gostam e querem usar têm que experimentar tudo o que vos aparece disponível. 

1ª Reportagem Gráfica com Ciência | Peixes também precisam de amigos!

1ª Reportagem Gráfica com Ciência
Os Peixes também precisam de amigos!

Ler Comunicado do IGC – PT Read IGC Press Release – ENG

Equipa de cientistas do Instituto Gulbenkian de Ciência, do ISPA – Instituto Universitário, e da Fundação Champalimaud, demonstraram que os peixes-zebra precisam de suporte social para ultrapassarem situações adversas. Ou seja, os peixes-zebra precisam de amigos para viverem a vida com maior qualidade quando se vêem perante alguma ameaça.

Esta investigação sugere que a espécie de peixe-zebra é assim um modelo biológico de eleição para estudar comportamentos sociais e os mecanismos neurais subjacentes.

Ana Faustino explicou que “Apesar do comportamento de suporte social do peixe-zebra não ter a complexidade do suporte social verificado em humanos, a investigação em peixe-zebra vai permitir-nos explorar em profundidade os mecanismos neurais envolvidos neste comportamento social tão central para o bem-estar e saúde mental humana, nomeadamente pela relevância que assume em determinadas doenças psicológicas, como é o caso da depressão”.

O artigo científico no qual este tema foi explorado está publicado na revista Scientific Reports.

Ler o comunicado de imprensa completo do IGC em Português.
Read the full version of IGC press release in English.

Reflexão / Auto-crítica:

  • Esta reportagem não demorou muito tempo a criar, porque o comunicado do IGC explica muito bem os pontos chave relacionados com a investigação, o que permitiu que a estrutura desta reportagem seja bastante simples.
  • Inspirei-me nos peixes da aguarela publicada com o comunicado, que é belissima.
  • Preciso de continuar a praticar, a praticar, a praticar a escrita à mão, que no tablet ainda é um desafio maior.
  • Estou muito feliz com esta reportagem gráfica! :D

NOTA ADICIONAL

Esta imagem teve mais de 3000 visualizações na minha Página do Facebook em poucas horas, após o IGC a ter partilhado na sua própria página. Isso foi muito motivador para mim e por isso considero os Rabiscos de Ideias cada vez mais importantes para mim e para quem os pratica e divulga.

Reportagem Gráfica - Os Peixes também precisam de Amigos
Reportagem Gráfica – Os Peixes também precisam de Amigos

Casario em VFXira

Da Biblioteca Municipal de Vila Franca de Xira, a Fábrica das Palavras, é possível ver o casario, o rio Tejo, a Lezíria, quase tudo em redor. Tem das maiores janelas que já vi e a maior quantidade de luz natural que já senti num edifício. Isso causa problemas técnicos para a salvaguarda dos livros, mas é um enorme prazer estar lá dentro, podendo disfrutar de uma vista deslumbrante.

Há lá um recanto silencioso com bancos de cortiça com vista para o casario na secção de exposições. Local óptimo para desfrutar da minha predileção por casas amarelas e verdes, especialmente se tiverem roupa estendida…
Aproveitei para continuar na senda de experimentar o desenho digital, antes que o tablet se despeça para sempre de velhice… Este foi um rabisco muito rápido, nos últimos dias da minha estadia por lá em Janeiro de 2018.

RitaCare_CasarioNoRio_Jan2018

 

 

Novo Projecto | #virtualjumpsketch | Salto Virtual ao Taj Mahal, India

In English below

Boas novas!

Há um novo projecto online para viajar pelo mundo virtual e dessa forma promover o desenho livre sobre um tema/local por mês!

Em Fevereiro, eu e os fundadores do “Salto Virtual” formos ao Taj Mahal, na Índia!

Para fazer o meu desenho para este desafio consultei informação, vi muitas fotos e vídeos na Internet, mas destacam-se estas fontes fabulosas:  Unesco (o Taj Mahal é um dos mais importantes sítios protegidos como Património Mundial da Humanidade), Google Earth, Google Street, Google Arts & Culture, Canal História e National Geographic.

#virtualjumpsketch to Taj Mahal by Rita Caré

Para saberem detalhes sobre o “Salto Virtual visitem a página do projecto ALI.

Sigam-nos no Instagram e no Facebook com a hashtag: #virtualjumpsketch

Logo #virtualjumpsketch

Good news!

There is a new online project “Virtual Jump Sketch” to promote virtual traveling around the world and through it also promote drawing/sketching. It will be one place per month!

In February 2018, I and the founders of “Virtual Jump Sketch” went to Taj Mahal, India!

For details about “Virtual Salto visit the project page HERE.

Follow us on Instagram and Facebook with the hashtag: #virtualjumpsketch

 

Torre de Babel digital

RitaCare-CapaCidadesInvisiveis-ATorredeBabel-Jan2018

Ando a namorar de ler “As cidades Invisiveis” de Italo Calvino, mas não há meio…  Os livros esperam, esperam por nós eternamente até ao dia… Este espera há anos. Este, cuja a capa rabisquei no tablet, até já tem as folhas amarelas. Possivelmente já eram um pouco amarelas quando o comprei, não me lembro onde…