Rabiscos para o almoço: Hambúrguer colorido

É uma oportunidade muito descansada já estar almoçada enquanto os outros almoçam, porque dá para pintalgar a comida alheia calmamente.

Acho que fiz estardalhaço a mais com os vegetais e as batatas fritas estavam mais amontoadas. É impressionante como só reparamos em alguns detalhes depois de se fotografar, digitalizar e/ou publicar as imagens.

Rita Care - Hamburguer, Cascais, Ago2017 red

 

Anúncios

Rabiscos para o almoço | Wrap de guache

Depois do workshop com a Maru Godas para explorar o guache, que achei muito divertido, resolvi arranjar uma caixa destas tintas. Entretanto, comprei branco opaco da Talens, porque percebi que um dos “segredos” para utilizar este material é o branco (ainda há outro que é para tornar as cores mais claras).

Rita Care - Wrap de Legumes - Jul 2017 (1)

São guaches “rascas” comprados num desses mega-supermercados, mas não inutelizáveis nem cheiram mal  – já ouvi umas descrições de produtos comprados nas lojas daquele país asiático que metem medo ao susto.

A primeira experiência com estas tintas que não usava desde os tempos da escolinha foi o que estava mesmo à vista e colorido, um wrap de legumes.

Guaches Reeves

Não usei um pincel… Que material terei utilizado?
Dei um último acabamento com lápis de cor.

Rita Care - Wrap de Legumes - Jul 2017 (2)

 

Rabiscos para o Jantar

Há muito tempo que não fazia um desenho durante uma refeição que gostasse tanto como este. É que o fiz durante toda a noite, durante conversas com petiscos e em companhia de quem não rabisca.

É impressionante como o desenho nos ajuda a ouvir melhor com muita atenção. Mesmo! Claro, que quando respondia parava, porque como todos os sketchers sabem é impossível desenhar e falar ao mesmo tempo. Mas isso foi uma agradável sensação, porque este desenho demorou as várias horas através das quais as garotas da faculdade estiveram no Tati (Cais do Sodré, Lisboa), a pôr as novidades em dia. Elas ficaram impressionadas com o desenho e eu com o que me diverti a desenhar naquele contexto, com a caneta de aparo com a ponta dobrada e a tinta azul da Noodlers neste caderno e com o lápis de cor mágico da Koh-i-Noor amarelo, vermelho e azul escuro (é muito melhor que os de outras cores!).

Imaginem que até houve refilisse sobre o desenho estar muito inventado, porque os objectos não são bem assim e estão fora do lugar. Adoro inventar um bocado este tipo de locais, porque arranjo tudo como se fosse eu que ali vivesse ;-)

Segredo: esta caneta de aparo rasca, que imita uma Sailor, às vezes falha e isso tira-me do sério. Então, percebi que se deitar uma gota de água misturada com a tinta no reservatório, a tinta flui melhor na ponta!! Ouviste Teresa Ogando? ;-)

Rita Care - Rabiscos para Jantar - 1Ago2017 - red

Ponta do Sal rabiscada ao almoço

Faz de conta que estamos na Primavera, de t-shirt à beira-mar.
Ainda no fim-de-semana passado a chuva que não parava
e dormi com um monte de cobertores,
só de nariz e sobrancelhas de fora…

rita-care-ponta-do-sal-cascais-dez-2016

Fuga para respirar desenhando…

Saí informando que ia sozinha sem destino e em fuga.
Foram dias muito difíceis e… ainda não estava tudo terminado…

rita-care-restaurante-cegonha-grandola

Foi um sereno momento de meditação para o estômago e para o cérebro.

Rabiscos para o almoço: Bugio e Farol da Marina de Oeiras

Já desenhei esta paisagem várias vezes. Há tanto que desenhar naquela zona, mas interessa-me mais estar ali a olhar, a olhar, olhar…

Não é rica em detalhes, mas tem uma magia que me leva a ir para outro planeta e encontrar conforto espiritual.

Nos últimos dias suponho que não se vê, porque o nevoeiro é muito denso, as buzinas dos barcos na entrada da barra e os faróis tocam e fica um ambiente sonoro estranho e reconfortante no ar, porque aquele som existe aqui e ali nos dias e não há quase vento em Oeiras…

Rita Care - 21Jun2016 - Marina Oeiras (1024x640)

Dia do Livro | 20 Anos da Biblioteca de Oeiras

Reiniciando as séries Rabiscos ao Almoço e Rotundas, há muito paradas, no intervalo de um cursinho na Biblioteca Municipal de Oeiras, no Dia Mundial do Livro e das celebrações dos 20 Anos da Biblioteca de Oeiras.

O melhor leitor do ano passado – um jovem muito jovem – leu 130 livros!!

Rita Care - Rotunda BMOeiras - Dia Livro 23Abr2016 (1024x641)