Roseiral no Parque Marechal Carmona

Estas páginas foram criadas para preparar um workshop no Parque Marechal Carmona, em Cascais, que orientei em Setembro de 2017. Encontrei este roseiral, no qual nunca tinha  reparado, com umas rosas lindas!

Rita Care_ Roseiral_PMC_Set2017 (2) - 1200

Rita Care_ Roseiral_PMC_Set2017 (1)_1200_72São flores muito boas para praticar a técnica de desenho-cego. Os resultados dos meus formandos – que se meteram para dentro do roseiral e tudo! –  foram muito bons, o que os surpreendeu. Mas não a mim, que conheço bem das vantagens desta técnica maravilhosa para aprender a desenhar e para usar também todos os dias, sobretudo usando técnicas soltas de aguarela. Os rabiscos “cegos” são quase sempre um prazer.

 

Anúncios

Processo dos Rabiscos das galinhas charmosas do Parque Marechal Carmona

Nunca pensei dizer que galinhas são charmosas… acho-os uns animais com tal falta de pensamento…

Mas as galinhas do Parque Marechal Carmona, em Cascais, são muitas, os galos têm umas penas muito coloridas e em algumas épocas do ano encontram-se muitas galinhas com os seus muitos pintainhos atrás. Um charme, portanto!

Tenho imagens do processo de desenho dos bichos, porque os desenhei ao vivo a lápis. Só passado algum tempo passei a linha preta. E passado ainda mais tempo pintei com guache a versão adaptada do original. Não quis pintar no caderno!

 

O Mar e o Jardim em Cascais e o Lumina

Participei no 1º dos encontros incluído na Semana a Desenhar na Rua, organizado pela Oficina do Desenho nas ruas de Cascais. No nosso percurso parámos no miradouro para a Baía de Cascais, junto à estátua do Rei D. Carlos I e no Parque Marechal Carmona.

Passei o Verão a experimentar materiais que uso pouco: caderno de papel kraft, lápis-de-cor, lápis de pastel branco e canetas de feltro. Ontem fui ainda mais longe e usei esferográficas de cores.

rita-care-cascais-10set2016-1000

Desenhei o Rei D. Carlos I já praticamente às escuras e portanto digamos que inventei muito…

Depois arrastei-me por Cascais atraída pelas instalações do Lumina 2016 – Festival de Luz, que está também a acontecer por estes dias. Há peças muito belas de luz fria que nos aquecem a alma.