Desenhar à chuva…

Rita Care - Desenhar a chuva - Santarém, 25jun2017 - Foto on location

Há dias que andamos a enrolar, a enrolar… Olho para o trabalho dos outros, converso… Na maior parte desses dias a produtividade é nula. Às vezes acontecem-me desenhos maravilhosos, não tanto pela qualidade, mas pela forma como ressoam em mim.

No último encontro dos Ribatejo Sketchers andei a enrolar todo o dia, mas começou a chover e abriguei-me por baixo de umas árvores frondosas, num banco de jardim muito a jeito da situação. Sentei-me a preguiçar mais um pouco, a apreciar a dedicação da Patrícia e da Mónia, protegidas apenas por um minusculo guarda-chuva vermelho. Olhei para a minha preguicite e perguntei-me do que estava à espera para “caçar” aquela imagem no meu caderno…

Este rabisco foi desenhado no Miradouro de São Bento, no último encontro dos Ribatejo Sketchers, em Santarém. Tornou-se assim inesquecível, cumprindo o principal propósito que tenho para a minha vida rabiscatória: ter significado.

Rita Care - Desenhar a chuva - Santarém, 25jun2017 - Foto