Rabiscos para o Jantar

Há muito tempo que não fazia um desenho durante uma refeição que gostasse tanto como este. É que o fiz durante toda a noite, durante conversas com petiscos e em companhia de quem não rabisca.

É impressionante como o desenho nos ajuda a ouvir melhor com muita atenção. Mesmo! Claro, que quando respondia parava, porque como todos os sketchers sabem é impossível desenhar e falar ao mesmo tempo. Mas isso foi uma agradável sensação, porque este desenho demorou as várias horas através das quais as garotas da faculdade estiveram no Tati (Cais do Sodré, Lisboa), a pôr as novidades em dia. Elas ficaram impressionadas com o desenho e eu com o que me diverti a desenhar naquele contexto, com a caneta de aparo com a ponta dobrada e a tinta azul da Noodlers neste caderno e com o lápis de cor mágico da Koh-i-Noor amarelo, vermelho e azul escuro (é muito melhor que os de outras cores!).

Imaginem que até houve refilisse sobre o desenho estar muito inventado, porque os objectos não são bem assim e estão fora do lugar. Adoro inventar um bocado este tipo de locais, porque arranjo tudo como se fosse eu que ali vivesse ;-)

Segredo: esta caneta de aparo rasca, que imita uma Sailor, às vezes falha e isso tira-me do sério. Então, percebi que se deitar uma gota de água misturada com a tinta no reservatório, a tinta flui melhor na ponta!! Ouviste Teresa Ogando? ;-)

Rita Care - Rabiscos para Jantar - 1Ago2017 - red

Soluções interessantes para preguicite aguda para detalhes!

A Marilisa Mesquita ofereceu-me uma colecção de carimbos desenhados e esculpidos por ela.

A experiência de carimbos só em folhas não demonstram o seu verdadeiro potencial. Então usei dois deles num desenhado que não tinha gostado muito e que estava mesmo a precisar deste tipo de solução, porque o tempo da ilustração científica e do desenho repetitivo para texturas já não é para mim há muito…

Adorei! Acho que o desenho ficou muito mais rico. Será que consegues produzir carimbos com 1/3 do tamanho destes…? Vou-me divertir muito com eles! Obrigada! :)

Para verem o original espreitem AQUI


Rita Care 2015 - FS2 - Sintra Carimbada - 800

Foto&Sketchers 2´´ na Quinta da Regaleira

Em Sintra nada é “natural” por muito que isso nos pareça a realidade. Toda aquela paisagem deslumbrante, verde ou edificada, foi inventada, criada e construída por seres humanos, alguns deles muito criativos e com uma enorme capacidade empreendedora. Faz por isso sentido que a UNESCO a tenha classificado como Paisagem CULTURAL Protegida em 1995.

Aqui ficam os desenhos e as fotos que seleccionei do encontro dos Foto&Sketchers 2´´ na Quinta da Regaleira no Domingo passado.

Rita Care - Sintra - 2015 (1) - 72 Rita Care - Sintra - 2015 (2) - 72

Este slideshow necessita de JavaScript.

Parque de Santa Marta: o passado já não é o que foi

Um estranho sentir:
o Alívio de descobrir um lugar do passado que já só existe cá dentro…

ParqueSantaMarta - Rita Care 2015

Não consegui descobri o autor destas esculturas…

Rabiscos para o Almoço: Farol da Marina de Oeiras

Fugi para digerir o trabalho e para experiências desta nova caneta de aparo caligráfico… Tenho muito que praticar para usufruir do potencial deste estranho aparo. Talvez num papel quase sem textura consiga traços sem esta polaridade…

Rabiscos p Almoço - Rita Care 2set2015 - 800

Sabores de Cacau e Morango e um rabisco

Não costumo gostar do morango, mas aquele da Fragoleto… hummm.

Os meus sabores preferidos são: cacau, limão e cheesecake, mas há muitos sabores diferentes e alguns originais.

by Rita Caré - Papiro papirus (2014)
Rabisco da cuba de Speculoos com caneta de aparo e canetas de feltro by Rita Caré (2014)