Paisagem em Aguadas Inexperientes III

vistaparaomar1-a.jpg

Paisagem em Aguadas Inexperientes III
Inacabada – vai a menos de meio.

Sentia-me a asfixiar.
Eu só queria fazer uma paisagem com espaço por cima da cabeça,
assim aberta.

Apareci hoje na aula.
Estava com uma neura horrível.
Quando o Alexandre chegou,
estava eu sentada debaixo do Alpendre
a fazer o esboço a grafite:

– Precisava muito de vir hoje.


Elas:
– A Rita é tão caladinha!

Tinha vontade de bater nalgumas que dizem que o tempo não lhes rende.
Pois, elas não se calam!
Elas não sabem que não se pode falar e pintar ao mesmo tempo.
Limitações do
lado direito do cérebro.

Ele é tão bonzinho. Está sempre a dizer que eu vou muito bem.
Deu uns toques nas sombras das árvores.
Só!