Pablo Neruda e mais uma tarde inesquecível de rabiscos

Saí de casa pensando que devia ser mesmo verdade que ia rabiscar… a vontade não era nenhuma. O calor dá conta de mim… Fui antes entusiasmada pelo mais importante: os amigos dos rabiscos, a converseta, a travessia do Tejo para a outra margem, os petiscos e a varanda para a mais desenhada das arribas pela Manuela, a da Costa da Caparica.

Só fiz um único desenho, mas gosto tanto dele que nem sei! Estive imenso tempo até me sentar quieta. A paisagem com vista para o mar, o Tejo, Lisboa, Cascais e a Serra de Sintra com o Palácio da Pena bem visível despertou-me a mão. Comecei muito devagarinho e fui por aí fora deixando a caneta deslizar. Foi muito estranho, porque desenhei a partir do meio e depois fui fazendo partes daqui e dali num desenhar sem sentido… Mas o que é que isso interessa? Nada! :D Ao inicio só sabia que queria o Pablo Neruda lá dentro… A linha horizontal é o Oceano Atlântico em frente à Costa da Caparica.

Em baixo deixo algumas das fotos de uma exposição de espelhos no Convento dos Capuchos e outras pérolas contemplativas de uma belíssima tarde inesquecível. Obrigada Manuela e César pela recepção!!

P Neruda - Convento dos Capuchos - Rita Care 2015 - 1000px

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s